inspiração, gabrielices e muito mais…


Pensando bem, eu gosto mesmo de você, Pensando bem, quero dizer, Que amo ter te conhecido,Nada melhor que eu deixar você saber, Pois é tão triste esconder,Um sentimento tão bonito, Hoje mesmo vou te procurar, Falar de mim, Sei que nem chegou a imaginar,Que eu pudesse te amar tanto assim, Sempre fui um grande amigo seu, Só que não sei mais se assim vai ser, Sempre te contei segredos meus, Estou apaixonado por você, Esse amor entrou no coração,Agora diz o que é que a gente faz, Pode dizer sim ou dizer não, Ser só seu amigo não dá mais..


Gostou? Compartilhe!

tags:
por  Gabi Ferreira  |  14 de junho de 2015
Comenta aí! (1)

Amor (do latim amore) é uma emoção ou sentimento que leva uma pessoa a desejar o bem a outra pessoa ou a uma coisa.[1] O uso do vocábulo, contudo, lhe empresta outros tantos significados, quer comuns, quer conforme a ótica de apreciação, tal como nas religiões, na filosofia e nas ciências humanas. O amor possui um mecanismo biológico que é determinado pelo sistema límbico, centro das emoções, presente somente em mamíferos e talvez também nas aves – a tal ponto que Carl Sagan afirmou que o amor parece ser uma invenção dos mamíferos.[2]

Para Erich Fromm, ao contrário da crença comum de que o amor é algo “fácil de ocorrer” ou espontâneo, ele deve ser aprendido; ao invés de um mero sentimento que acontece, é uma faculdade que deve ser estudada para que possa se desenvolver – pois é uma “arte”, tal como a própria vida. Ele diz: “se quisermos aprender como se ama, devemos proceder do mesmo modo por que agiríamos se quiséssemos aprender qualquer outra arte, seja a música, a pintura, a carpintaria, ou a arte da medicina ou da engenharia”.[3] O sociólogo Anthony Giddens diz que os mais notáveis estudos sobre a sexualidade, na quase totalidade feitos por homens, não trazem qualquer menção ao amor, revelando ambos os autores existir uma omissão científica sobre o tema.[4]

A percepção, conceituação e idealização do objeto amado e do amor variam conforme as épocas, os costumes, a cultura.[3] O amor é ponto central de algumas religiões, como no cristianismo onde a expressão Deus é amor intitula desde uma encíclica papal[5] até em o nome de uma Igreja, no Brasil[6] – derivadas da máxima de João Evangelista contida na sua primeira epístola.[7]


Gostou? Compartilhe!

tags:
por  Gabi Ferreira  |  9 de março de 2015
Comenta aí! (0)

I love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI love YouI


Gostou? Compartilhe!

tags:
por  Gabi Ferreira  |  22 de fevereiro de 2015
Comenta aí! (0)